domingo, 14 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Governador do PA anuncia retorno das aulas presenciais em 5 de agosto na rede estadual

(Foto: Reprodução / YouTube)

O governador do Pará anunciou que o retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino está prevista para 5 de agosto.

Antes disso, segundo o Helder Barbalho (MDB), deve ocorrer o cronograma da 11ª recarga do vale-alimentação escolas, começando a partir do dia 5 de julho (confira o calendário ao final).

De acordo com o governo, a distribuição deve beneficiar 586 mil estudantes matriculados na rede estadual e ocorrerá de forma escalonada, por região de integração, contemplando os 144 municípios do estado.

“Nós estamos chegando na 11ª recarga, e isso representa um total de 497 milhões de reais do governo do Estado para garantir o alimento dos 586 mil alunos que, neste momento, estão sem aulas presenciais. Iniciaremos no dia 5 de julho pela Região do Guajará, e até o dia 20 de julho todas as regiões serão contempladas”, afirmou Barbalho.


As aulas presenciais estão suspensas desde 18 de março de 2020 pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Desde então, a secretaria diz que realiza o movimento “Todos Em Casa Pela Educação”, disponibilizando videoaulas pela TV Cultura do Pará, áudios educativos por meio do Seducast, conteúdos de aprendizagens pelo Para Casa, cadernos de atividades estruturantes e compêndios (impressos), além da plataforma educacional Enem Pará (Exame Nacional do Ensino Médio) e distribuição de livros didáticos.

A secretaria ainda diz que a decisão para o plano de retomada está em consonância com estudos científicos, órgãos de saúde e entidades representativas, e deve obedecer a todos os protocolos de biossegurança e prevenção à Covid-19, para garantir a segurança da comunidade escolar.

O vale-alimentação escolar do governo estadual foi implantado em abril de 2020 para assegurar alimentação aos alunos da rede pública estadual no período de suspensão das aulas presenciais, devido à pandemia de Covid-19. As 11 recargas totalizam investimento de R$ 497 milhões, com origem do Tesouro estadual.

Fonte: Com informações G1 PA