Agências bancárias são assaltadas em São Félix do Xingu

Atualizada às 12h00

Uma equipe da Polícia Militar do 36º BPM em São Félix do Xingu, sob o comando do coronel Wendell, está se deslocando na manhã desta sexta-feira, 1º de fevereiro, para uma área de mata, nas buscas pelos envolvidos no assalto às agências bancárias do Banco do Brasil e Bradesco ocorridas no município.

A Reportagem do Portal Fato Regional, conversou com o coronel que informou que “a equipe já está seguindo para uma área de mata, bastante afastada do centro do município de São Félix do Xingu, para fazer buscas pelos envolvidos no crime”.

Segundo a PM, os criminosos estão em uma área de mata fechada, entre os municípios de São Félix do Xingu e Tucumã. A saída para a Vila Taboca, que pertence a São Felix, também foi bloqueada pelo 36º e pelo 17º batalhões, que juntamente com o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) intensificarão as buscas.

Ainda não há informações precisas sobre a quantidade de dinheiro levada pelos criminosos.


O CRIME

O crime aconteceu na madrugada desta sexta, 1º. Segundo informações colhidas no local, cerca de 20 criminosos,  chegaram à sede do município, armados com fuzis calibre 5.56 e espingardas calibre 12, efetuaram vários disparos para o alto. Em seguida, se deslocaram para às agências do Banco do Brasil e Bradesco. Nas proximidades das agências, aproximadamente dez pessoas foram feitas reféns e colocadas em dois grupos como “escudos humanos” após policiais militares do 36º Batalhão e da Ronda Ostensiva Tática (Rocam) trocarem tiros com os criminosos.

Os criminosos conseguiram entrar nas agências atirando nos vidros e, instalaram explosivos somente nos cofres. Após a explosão dos cofres, os criminosos saíram em fuga usando dois carros. Eles seguiram em direção à rodovia PA-279, que dá acesso ao município de Tucumã, e liberaram os reféns no local. Na estrada, houve outro confronto entre o grupo criminoso e policiais militares.

Os reféns foram liberados sem registro de feridos. Na estrada, na saída da cidade, os bandidos jogaram ferros pontiagudos na pista como forme de impedir a perseguição policial, tentando furar os pneus das viaturas.

Os criminosos entraram no ramal “Aciole” e novamente trocaram tiros com as equipes da Polícia Militar. Um dos veículos da quadrilha capotou e foi abandonado pelos ocupantes, que passaram para o outro veículo.

Veículo incendiado pelos criminosos – Foto: CBN

Um dos veículos utilizados na fuga dos assaltantes foi abandonado e incendiado no meio da estrada, evitando o tráfego de veículos no local, para, segundo a Polícia, “dar tempo deles se afastarem na fuga”.

As agências estão fechadas e isoladas para investigações. A Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antisequestro foi acionada e já se deslocou para o município e presidir as investigações. Reforços da PM e da Polícia Civil (Grupo de Pronto-Emprego) também foram enviados ao município.

Veja imagens de como as agências ficaram após o ocorrido:

 

Da Redação Fato Regional
Fotos: CBN

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar