Após morte de PM em Ourilândia, um suspeito é morto, outro é preso e um 3º segue foragido

O crime ocorreu na tarde desta sexta-feira, 31.
Ocidenai Sena Leite, mais conhecido como "Velho", foi preso após confessar participação na morte de PM em Ourilândia do Norte - Foto: Divulgação

Logo após a execução do soldado Rutembergue da Silva Ávila, 28 anos, na tarde de ontem, 31, em Ourilândia do Norte, sudeste paraense, equipes da Polícia Militar iniciaram as buscas pelos três envolvidos no crime.

Ainda na noite de ontem, o primeiro envolvido no crime foi preso. Identificado como Ocidenai Sena Leite, mais conhecido como “Velho”, foi preso no Assentamento Maria Preta. Durante a interrogação, ele confirmou a participação no crime, entregou as armas, as motocicletas utilizadas e ainda revelou informações sobre os comparsas.

Local onde Lucas foi abordado e iniciou o confronto com os policiais

As informações fornecidas por “Velho” levaram a Polícia até Lucas Daniel Silva Sousa, porém, durante a abordagem, ele sacou uma arma e atirou três vezes na guarnição, que revidou. Durante a troca de tiros, Lucas foi atingido duas vezes, conduzido para o hospital, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.


Pablo Pereira Laranjeira, acusado de ser o autor dos disparos que mataram o policial Rutembergue, segue foragido – Foto: Divulgação

As buscas para prender o 3º envolvido, identificado como Pablo Pereira Laranjeira continuam. De acordo com “Velho”, o trio pretendia roubar o malote, a ser entregue em uma agência bancária, porém o policial Rutembergue estava no local, reagiu ao assalto e foi alvejado nas costas por Pablo Laranjeira.

 

 

Com informações de Debate Carajás

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar