Bolívia: sete estudantes morreram após grade romper em universidade

Segundo vídeos publicados nas redes sociais, dezenas de estudantes estavam espremidos nas portas de acesso ao local do encontro.
As idades dos falecidos e feridos variam de 20 a 24 anos. Foto: Reprodução / Redes Sociais

Sete estudantes morreram e outros cinco ficaram gravemente feridos ao caírem do 4º andar de uma universidade na Bolívia, nesta terça-feira (2), enquanto tentavam entrar em uma assembleia, informou a polícia. O acidente ocorreu depois que a proteção entre os alunos e o vão livre acabou se rompendo.

No prédio do curso de Administração de Empresas, estava sendo realizada uma reunião de estudantes para discutir questões financeiras, com as quais houve algumas discordâncias que provocaram reclamações e conflitos. Em vídeos que circulam nas redes sociais, os jovens podem ser vistos juntos protestando nos corredores que levam a um salão onde a assembleia acontecia, momentos antes de um dos corrimões ceder.


“Houve uma assembleia, apesar de haver uma resolução que proíbe reuniões, mas eles deixaram este grupo de estudantes entrar. Houve uma assembleia com confrontos e troca de empurrões, e sete estudantes caíram”, relatou o reitor da Upea, Henry Huanca, a uma estação de rádio local.

(Da Redação Fato Regional, com informações da Jovem Pan)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: