Bolsonaro passará por um novo procedimento cirúrgico nesta segunda

A equipe médica responsável por operar o presidente Jair Bolsonaro confirmou a realização da cirurgia nesta segunda-feira (28) após realização de avaliação clínica pré-operatória, exames laboratoriais e de imagem com resultados normais neste domingo, informou o hospital Albert Einstein em boletim médico.

A cirurgia, prevista para ocorrer logo no início da manhã de hoje, vai retirar a bolsa que o presidente usa desde que passou por duas operações de emergência no ano passado devido a um atentado a faca sofrido em setembro, durante a campanha presidencial, em Juiz de Fora (MG).

Segundo informações divulgadas na sexta-feira pelo porta-voz da Presidência, general Otávio Santana do Rêgo Barros, a recomendação dos médicos é de repouso absoluto nas 48 horas após o procedimento cirúrgico. Em função disso, o vice-presidente Hamilton Mourão assumirá a Presidência neste período.

O porta-voz afirmou ainda que, no total, o presidente deve permanecer por 10 dias em São Paulo. Ele disse que, após as primeiras 48 horas, Bolsonaro passará a estabelecer contatos com auxiliares mais próximos.

Bolsonaro, de 63 anos, foi alvo de uma facada em Juiz de Fora (MG), durante ato de campanha em setembro, tendo que passar por uma delicada cirurgia de emergência na Santa Casa de Misericórdia da cidade mineira por conta de ferimentos nos intestinos grosso e delgado e em uma veia abdominal.


Na semana seguinte, já internado em São Paulo, passou por uma segunda cirurgia para desobstrução intestinal depois que exames detectaram aderência nas paredes do intestino.

 

(Com informações de OLIBERAL.COM)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar