Cosanpa seleciona médico para ganhar mais de R$ 6 mil

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) abriu processo seletivo para contratar médico com especialidade em Medicina do Trabalho. O profissional vai receber salário de R$ 4.910,62, com carga horária de 30 horas semanais, mais ticket alimentação no valor de R$ 1.025, auxílio-creche, plano de saúde e odontológico, entre outros benefícios.

As inscrições podem ser feitas a partir desta segunda-feira (28) até o dia 8 de fevereiro, na sede da Cosanpa, localizada na avenida José Bonifácio, número 404, no bairro São Brás, entre 8h e 12h e das 14h às 18h. O candidato deverá preencher ficha de inscrição e anexar cópias dos seguintes documentos: páginas da Carteira de Trabalho onde consta o número, a foto e a qualificação civil, assim como as que comprovem experiência na área de atuação pleiteada, se houver; comprovante de escolaridade; comprovante de especialização em Medicina do Trabalho; Curriculum Vitae.

O processo seletivo será composto por análise da inscrição e documentos requisitados, e terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. O profissional selecionado deverá: realizar exames de saúde pré-admissionais e demissionais; realizar exames de saúde ocupacionais e periódicos; inspecionar os locais de trabalho e a utilização de equipamentos de proteção; elaborar e executar programas de proteção a saúde do empregado; realizar estudos sobre trabalho-doença; promover campanhas educativas referentes à higiene e medicina do trabalho; verificar e avalizar as condições de insalubridade e periculosidade nos locais de trabalho; manter registro das ocorrências e dos empregados examinados; orientar, coordenar ou assessorar à Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) nos estudos e programas.

Serviços


Processo seletivo da Cosanpa
Inscrições: até 08/02, na sede da Cosanpa (Av. José Bonifácio, 404)
Salário: R$ 4.910,62 mais ticket alimentação (R$ 1.025), auxílio-creche, plano de saúde e odontológico e outros benefícios
Vagas: 1

 

Fonte: OLIBERAL.COM

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar