Criadouros de peixes são prejudicados com as fortes chuvas no sul do Pará

De acordo com o Sebrae, os prejuízos da piscicultura em todo o sul do Estado chegam a mais de R$ 500 mil.

Na zona rural de Redenção, os psicultores tentam se recuperar para retomar as criações de peixes e ter o que vender na Semana Santa. As fortes chuvas tem provocado elevação no nível dos rios próximos dos criadouros, que foram afetados. Os prejuízos causados pelas chuvas podem chegar a R$ 500 mil, segundo dados do Sebrae.

Em uma das propriedades atingidas, dos cinco mil peixes que já estavam prontos para o abate nos oito tanques da propriedade, restaram apenas 300 depois que o nível do rio subiu, arrastando toda a criação de peixes. Mais de 20 piscicultores de Redenção tentam se recuperar dos prejuízos que as chuvas vem causando nos últimos meses.

Para tentar diminuir os problemas, os criadouros têm apostado em um aparelho chamado de “aerador”. Ele aumenta a oxigenação da água e a produtividade. O equipamento tem sido um aliado da categoria na corrida para não comprometer o abastecimento de peixe durante o feriado da Semana Santa.

Fonte: G1 Pará

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar