Entregador de comida é humilhado por cliente: “seu lixo, quanto você ganha por mês?”; ASSISTA

Foi publicado nesta sexta-feira (7) nas redes sociais um vídeo (assista abaixo) de um homem humilhando um trabalhador que entrega comida por aplicativo.

O episódio covarde e racista aconteceu no condomínio de luxo Madre Villac, na cidade de Valinhos, interior de São Paulo.

“Você tem inveja disso aqui. Moleque, escuta aqui, você tem inveja dessas famílias aqui, você tem inveja disso aqui [aponta para a cor da pele]. Você nunca vai ter! Shhh! Você é semianalfabeto”, afirma o homem que humilha o entregador no vídeo.

“Seu lixo, quanto deve ganhar por mês, hein? Dois mil reais? Não deve ter nem onde morar”, disparou. O entregador responde com constrangimento aos ataques do homem. “Eu tenho onde morar sim”.

O nome do entregador é Matheus Pires e as imagens foram inicialmente publicadas no Facebook pela mãe dele. Na legenda, a mulher diz que resolveu postar o vídeo pois “isso é racismo, é crime e esse entregador é meu filho, um trabalhador honesto e não precisa sentir ou ter inveja de um escroto”. Até o fechamento deste texto, a identidade do agressor ainda não foi revelada.


No Brasil, o crime de racismo é inafiançável e imprescritível. A injúria racial está prevista no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal, que estabelece a pena de reclusão de um a três anos e multa, além da pena correspondente à violência, para quem cometê-la.

Fonte: Pragmatismo Político

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: