Fábricas de laticínios são interditadas por descumprirem normas higiênicas no Pará

Foto: Cup of Couple/Pexels

Duas fábricas de laticínios foram interditadas por fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará), na região nordeste paraense na quarta-feira, 6, após descumprimento de normas higiênicas.

A fiscalização tomou conhecimento de que os estabelecimentos localizados em Capitão Poço e Aurora do Pará, funcionavam de forma clandestina, sem registro da Adepará, além de não cumprirem as medidas sanitárias e nem boas práticas de higiene e limpeza.

“Os funcionários não usavam uniforme, luvas e nem toucas. A fabricação era feita perto da criação de suínos e não havia condições higiênico sanitárias para fabricação de alimentos”, disse a Fiscal Estadual Agropecuária e Diretora de Defesa e Inspeção Animal, em exercício, Adriele Cardoso.

Segundo os fiscais, a fábrica em Capitão Poço produzia diariamente  aproximadamente 70 quilos de queijo; a de Aurora do Pará, 100 quilos por dia. A produção era vendida nos municípios de origem dos estabelecimentos e em cidades próximas como Mãe do Rio e Paragominas.

“As denúncias que a Adepará tem recebido em sua Ouvidoria são de suma importância. A responsabilidade quanto à segurança dos alimentos não é só do governo, mas também dos produtores e dos consumidores, em assegurar que os alimentos comercializados no território paraense não coloquem em risco a saúde da população”, alertou a diretora da Adepará.


SERVIÇO:

A Ouvidoria da Adepará é o canal oficial para denúncias da população. Os contatos telefônicos e o email são (91) 3210.1101 / 1105 / 1121.
WhatsApp: (91) 99392.4264.
Email: ouvidoria@adepara.pa.gov.br

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar