Hemopa Marabá precisa de bolsas de sangue para atender demanda hospitalar

Com a cheia dos rios Itacaiúnas e Tocantins, estoques de sangue estão em estado crítico
Fonte: Ascom/Hemopa.

O Hemocentro Regional de Marabá também está sofrendo os reflexos da calamidade pública diante das cheias dos rios Itacaiúnas e do afluente Tocantins, que se anteciparam e, já marcam como a maior cheia dos últimos 20 anos, segundo a Defesa Civil. Os estoques de sangue estão em estado crítico. As poucas bolsas armazenadas só atendem demanda de mais um dia. Nesta última terça-feira (18), apenas 12 bolsas de sangue foram coletadas, quando o ideal seria 50.

“Estamos passando por uma situação muito complicada. Já mandamos ofícios para as unidades hospitalares para suspender as cirurgias eletivas diante da falta de bolsas. As que têm aqui são para casos urgentes, apenas”, destacou Regiane Izaias, gerente do Hemocentro de Marabá.

Foto: ARQUIVO / AG. PARÁ.

A chuva intensa e o surto de gripes também atingem a região, o que também são fatores que resultam negativamente no estoque. “Cerca de 30 pessoas, nesta terça-feira, ficaram inaptas à doação por causa de sintomas gripais. Grupos que estavam agendados estão desmarcando por motivo de doença. A realidade está bem difícil de encarar”, completou Regiane.

Um dos voluntários que passou na triagem e pode contribuir foi o Lucas Lobão, 25 anos. Ele mora no Maranhão e está em Marabá de férias. Sensibilizado com a situação do estoque, Lucas doou pela primeira vez. “Decidi doar pelo ato de solidariedade e de certa forma a gente está doando vida para alguém. Me sinto muito feliz em poder ajudar”.

 

Como doar 

Os voluntários precisam seguir os critérios básicos:

·        Ter entre 16 e 69 anos, (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal);

·        Estar bem alimentado;

·        Pesar mais de 50 kg;

·        Estar em boas condições de saúde.

 

No momento do cadastro, é obrigatório apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH), passaporte ou carteira de trabalho).

Quem teve Covid-19 também pode voltar a doar, só precisa esperar 30 dias após a cura. Quem teve contato com pessoas que tiveram a doença deve esperar 14 dias após o último contato. O mesmo vale para a gripe.

Para quem recebeu a vacina contra a covid-19 deve esperar 7 dias. E quem se vacinou contra gripe, 48h.


O Hemopa Marabá fica na Rodovia Transamazônica, Quadra 12, S/N – Agrópole do INCRA. O atendimento é de segunda a sexta, de 7h às 13h.

Contato: (94) 3312-9150 / 99234-0264 (somente whatsApp).

Fonte: Agência Pará
Compartilhar essa matéria

Veja também

Pesquisa Ipespe: Lula tem 45%; Bolsonaro, 34%; Ciro, 8%

Levantamento sobre a eleição presidencial ouviu por telefone 1.000 eleitores e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa inclui ex-governador João Doria (PSDB), que desistiu da disputa

fechar
%d blogueiros gostam disto: