Justiça já recebeu 3,3 mil denúncias eleitorais de propaganda irregular no Pará

Belém é a cidade com maior número de denúncias recebidas
Foto: Antônio Augusto / Ascom TSE

O aplicativo Pardal, desenvolvido pela Justiça Eleitoral, já recebeu 3,3 mil denúncias envolvendo propaganda irregular relativa ao pleito municipal de 2020, no Estado do Pará, em 129, dos 144 municípios paraenses. A maioria dos relatos envolvendo ilicitudes na propaganda eleitoral foi apresentada na reta final de campanha para o primeiro turno, uma vez que até 4 de novembro, menos de duas semanas antes da votação, havia cerca de 1.200 denúncias cadastradas.

No Estado, a cidade com maior número de denúncias recebidas foi Belém, que somou até o momento 902, conforme as estatísticas do Pardal divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em seguida, vem Ananindeua, com 303, e depois Marituba, com 152 denúncias, ambas na Região Metropolitana de Belém. Fora da RMB, Marabá teve 152 denúncia, o quarto município com o maior número.


O município de Santarém, que assim como Belém também terá segundo turno este ano para escolha do prefeito, aparece com 48 denúncias.

Está ano, o Pardal tem recebido apenas denúncias de irregularidades na propaganda eleitoral. Demais situações ilícitas e crimes eleitorais, como compra de votos, uso da máquina pública e abuso de poder econômico, podem ser encaminhadas diretamente pelo site do Ministério Público do Pará, por meio da Ficha de Atendimento Eleitoral, no link “Atendimento ao Cidadão”. A denúncia é direcionada ao promotor eleitoral responsável, para fazer a apuração e, se for necessário, entrar com ação.

Fonte: O Liberal
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: