Lava Jato: Bretas suspende processo contra doleiros internacionais

Foto: Reprodução/GloboNews

O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Criminal Federal, responsável pelos casos ligados à Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, decidiu suspender a tramitação do processo da Operação Câmbio, Desligo. A decisão, publicada na última sexta-feira (15), foi divulgada nesta segunda-feira (18). A suspensão vale por dois meses.

A Câmbio, Desligo foi um desdobramento da Lava Jato, focada nas operações ilegais de câmbio que alimentavam o esquema criminoso, permitindo a evasão de dinheiro da corrupção no Brasil para o exterior. Vários personagens foram flagrados na época, incluindo Dario Messer, que era conhecido como o “doleiro dos doleiros”.

Bretas justificou a medida por haver recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a ser julgado em breve, o que poderia modificar as decisões.


“Assim, considerando a complexidade e o volume da Operação Câmbio, Desligo e o fato de que há um recurso em habeas corpus (164.072) às vias de ser julgado no STJ, exatamente acerca da competência deste juízo, entendo por bem suspender o curso desta ação penal e das demais vinculadas à Operação Câmbio, Desligo, por dois meses, o que considero um prazo razoável para que haja o julgamento do RHC, não vislumbrando qualquer prejuízo às partes”, escreveu Bretas.

A Câmbio Desligo, deflagrada em 2018, levou à denúncia de 62 pessoas, incluindo o ex-governador Sérgio Cabral, pelos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção contra o sistema financeiro internacional.

Fonte: Agência Brasil
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar