‘Lula é tão ladrão que tentou me roubar a candidatura’, afirma Pablo Marçal

Foto: Reprodução/Youtube

Após ter anunciado uma possível desistência e ter a candidatura à Presidência da República ameaçada, o empresário e coach Pablo Marçal retorna à disputa do pleito deste ano. Para celebrar a decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antônio Carlos Ferreira, após lhe favorecer em detrimento do PT, Marçal ironizou o petista e ex-presidente, Lula.

“O Lula é tão ladrão que tentou roubar a minha candidatura. Ainda temos Justiça nesse país”, disse Marçal à coluna Grande Angular, do Portal Metrópoles.

Entenda

Nesta quinta-feira, 4, o ministro Antônio Carlos Ferreira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reverteu uma decisão que havia sido tomada no último domingo, 31, pelo vice-presidente da Corte, Jorge Mussi, e então retornou a presidência do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) a Marcus Holanda. Mussi teria determinado que o fundador da sigla, Eurípedes Júnior, retornasse ao comando do partido.


Essa troca de comando no partido envolve diretamente a candidatura de Pablo Marçal à Presidência da República, isso porque o presidenciável da sigla, é apoiado por Holanda. No último mês de março, a Justiça do Distrito Federal destituiu Eurípedes da presidência da legenda e teria então legitimado a reunião partidária que elegeu Holanda. O ex-perito acusa Eurípedes Júnior de realizar desvios milionários.

Com isso, assim que Eurípedes retornou ao posto, ele articulou um apoio ao PT e, tirando Marçal da disputa. Mas, diante da nova decisão realizada ontem, 3, a qual devolve a Holanda o comando do partido, a candidatura de Pablo Marçal para o Palácio do Planalto será mantida.

Com informações do Pleno News
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar