Mais 220.790 doses de vacinas contra covid-19 chegam ao Pará

Maioria é da AstraZeneca-Oxford-Fiocruz. Vacinas da Pfizer-BioNTech devem ser usadas apenas em Belém
(Foto: Bruno Cecim / Agência Pará)

O Pará recebeu mais uma remessa de vacinas contra covid-19. Foram enviadas 220.790 doses pelo Ministério da Saúde, que chegaram ao Aeroporto Internacional de Belém na tarde desta segunda-feira (3). Foram 14.040 doses da vacina Pfizer-BioNTech e 206.750 da Oxford-AstraZeneca, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Por questões técnicas e condições do próprio fabricante, a vacina da Pfizer exige um transporte e armazenamento diferenciado e por isso deve ser limitada à capital.

Com a nova remessa, o Pará recebeu 2.095.430 doses de vacinas contra covid-19. A maioria são do tipo CoronaVac-Sinovac, produzida pelo Instituto Butantan. Em seguida, as da Oxford-AstraZeneca-Fiocruz e agora o primeiro lote da Pfizer-BioNTech. Isso é suficiente para 1.047.715 pessoas se protegerem. A população do Pará, estimada, é de 8,5 milhões.

“Conforme orientação do Ministério da Saúde, todas as doses das vacinas da Pfizer serão entregues apenas para as capitais. Ao chegar em Belém, as doses da vacina serão transportadas em caminhão isotérmico, que atinge temperaturas de até -20 graus e entregue diretamente ao município”, informou Rômulo Rodovalho, titular da Secretario de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Para a vacina Oxford-AstraZeneca, a expectativa é de que a distribuição aconteça ao longo da semana para os Centros Regionais de Saúde. O envio será feito por vias terrestre, aérea e fluvial, e contará com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) na escolta.

“Nós sempre reforçamos este pedido, pois é importante que todos façam a sua parte. Quem já iniciou a imunização com a primeira dose da vacina, não pode deixar de ter os cuidados básicos. Todos precisam continuar usando máscara, álcool em gel, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social. Todas as medidas aliadas à vacina vão nos ajudar a diminuir os números da doença no nosso Estado”, destacou o secretário de Saúde.

Essas medidas devem continuar até que um percentual mais considerável da população seja imunizado e as restrições sejam cada vez menos necessárias. Há alguns dias, Israel, líder em vacinação no planeta, já deixou de obrigar a população a usar máscaras nas ruas.

Calendário de chegada ao Pará dos lotes de vacinas já enviados pelo Ministério da Saúde:

  • 18 de janeiro: 173.240 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 24 de janeiro: 49 mil doses da Oxford/AstraZeneca.
  • 25 de janeiro: 29.200 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 06 de fevereiro: 64.400 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 24 de fevereiro: 98.200 doses – CoronaVac/Sinovac – 37.200 doses, e Oxford/AstraZeneca, 61 mil.
  • 03 de março: 67 mil doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 10 de março: 61.600 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 17 de março: 117.400 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 20 de março: 286 mil doses – CoronaVac/Sinovac, 102 mil, e Oxford/AstraZeneca, 184 mil.
  • 26 de março: 150.900 doses da CoronaVac/Sinovac (84.800) e Oxford/AstraZeneca (66.100).
  • 02 de abril: 234.150 doses, sendo 215.400 da CoronaVac/Sinovac e 18.750 da Oxford/AstraZeneca.
  • 09 de abril: 116.200 doses, sendo 52.200 da CoronaVac/Sinovac e 64.000 da Oxford/AstraZeneca.
  • 16 de abril: 170.300 doses, sendo 102.500 doses da Oxford/AstraZeneca e 67.800 da CoronaVac/Sinovac.
  • 23 de abril: 98.900 doses, sendo 79.500 da Oxford/AstraZeneca e 19.400 doses da CoronaVac/ Sinovac.
  • 30 de abril: 148.750 doses, sendo 145.750 da Oxford/AstraZeneca e 3.000 doses da CoronaVac/ Sinovac.
  • 01 de maio: 9.400 doses da CoronaVac/Sinovac.
  • 03 de maio:14.040 doses da Pfizer e 206.750 da Oxford/AstraZeneca.

(Victor Furtado, da Redação Fato Regional, com informações da Agência Pará)

Siga o Fato Regional nas redes sociais!

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: