sexta-feira, 1 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Mais 69 brasileiros são resgatados do conflito entre Israel e o Hamas e retornam ao Brasil; veja vídeo

Até o momento, quase 500 brasileiros já foram resgatados de Isarel e há outros esperando a repatriação. Em Gaza, há pelo menos 22 pessoas que pediram ajuda para deixar a área de conflitos.
O presidente Lula determinou que até o avião presidencial seja colocado à disposição do resgate de brasileiros no território de conflitos entre Israel e o Hamas (Foto: João Risi / Audiovisual / PR)

Mais 69 brasileiros retornaram ao Brasil, nesta sexta-feira (13), após serem resgatados de áreas de conflito entre Israel e o Hamas. Foi o terceiro voo de repatriação de brasileiros que estavam em Israel, como parte da operação “Voltando em Paz”. O avião KC-390 Millenium, da Força Aérea Brasileira (FAB), pousou às 6h07 em Recife (PE).

Na chegada, famílias e amigos se reencontraram com o alívio de rever uma pessoa querida em segurança. Até o momento, quase 500 brasileiros já retornaram do solo israelense nos três voos organizados pelo Governo Federal desde o início dos confrontos entre o Hamas, grupo político e militar que controla a Faixa de Gaza, e Israel.

Há ainda outras aeronaves se preparando para repatriar brasileiros. Um avião KC-30 (Airbus A330) já decolou de Roma, na Itália, às 10h18, no horário local (às 5h18, horário de Brasília), com destino a Tel Aviv, capital de Israel e onde fica o Aeroporto Internacional Ben Gurion. A FAB também se prepara para fazer a primeira repatriação de brasileiros que estão na Faixa de Gaza. Uma aeronave VC-2 (Embraer 190) está pronta, no Aeroporto de Roma, aguardando sinal verde das autoridades egípcias para a operação.

O avião pousará no Egito, já que a expectativa é que os brasileiros saiam pelo posto de fronteira de Rafah, que conecta Gaza com a Península do Sinai, no território egípcio. Pelo menos 22 brasileiros estão em Gaza e pediram ajuda para deixar a região.

(Da Redação do Fato Regional, com informações da Agência Brasil)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!