Mais uma variante do coronavírus é encontrada em Belo Horizonte

Descoberta da UFMG abre novo panorama de riscos, ainda que seja cedo para saber o potencial da nova versão do vírus
(Foto: Alba Saúde / Divulgação)

Outra variante do coronavírus SARS-CoV-2 foi detectada na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). A descoberta foi do Laboratório de Biologia Integrativa do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), junto com o Setor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Pardini, o Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Prefeitura de Belo Horizonte.

De 85 genomas de SARS-CoV-2 sequenciados a partir de amostras de pacientes que testaram positivo para covid-19, dois indicaram a presença de um conjunto de 18 mutações nunca descritas anteriormente. Porém, há semelhanças com outras variantes associadas com o aumento do risco de morte. Os estudos indicam que a nova variante tem características em comum com a P.1 — descoberta em Manaus e que provocou colapso na saúde do Amazonas —; a P.2, identificada no Rio de Janeiro; a B.1.1.7, encontrada no Reino Unido; e a B.1.1.351, da África do Sul.

Neste primeiro momento, ainda é cedo para avaliar o quão perigosa é a nova variante do coronavírus. É mais uma que se desenvolve no Brasil, devido ao ritmo lento de vacinação e amplo desrespeito nacional às medidas preventivas, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização constante. É previsível que vírus sofram mutações. Porém, quanto mais tempo um vírus circula, sem que as pessoas tenham proteção adequada, mais fortes e constantes são essas mutações.

Também ainda não há como definir se a eficácia das vacinas existentes e já sendo aplicadas no país; e se as vacinas que ainda estão sendo negociadas é diminuída pelas novas mutações do coronavírus. Por via das dúvidas, a recomendação continua sendo isolamento social até que as vacinas alcancem mais pessoas.

(Da Redação Fato Regional, com informações do G1)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: