Material escolar está 10% mais caro este ano, diz Associação

Fim das festas, agora é hora de voltar à realidade. E, os brasileiros enfrentam, logo de cara, uma que não pode fugir de jeito nenhum, os gastos com a volta às aulas.

Os pais terão ainda um aperto adicional neste início de ano com a compra da lista de materiais escolares. A Abfiae (Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares) estima que os itens devem estar, em média, 10% mais caros.


De acordo com a Abfiae, os valores mais altos são guiados pelo reajuste no preço do papel em 2018 e a alta do dólar, que influencia o preço de até 25% dos objetos usados pelos estudantes, que têm origem no exterior.

 

Da Redação Fato Regional, com informações do R7

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar