Ministério Público denúncia ex-BBB Felipe Prior por estupro em 2014

MP de São Paulo decidiu denunciar o arquiteto mesmo sem que polícia o indiciasse

Os promotores do Ministério Público de São Paulo denunciaram nesta quinta-feira (6) o ex-BBB Felipe Prior por estupro. A resolução ocorreu mesmo sem que a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo decidisse pedir o indiciamento do arquiteto no inquérito policial. O arquiteto Felipe Prior participou da 20ª edição do BBB.

Os promotores Danilo Romão, da 7ª Promotoria Criminal, e Fernanda Moreti, da Promotoria da Violência Doméstica, denunciaram Felipe Prior por um crime de estupro, de acordo com o artigo 213 do Código Penal Brasileiro (CPB). O crime teria ocorrido em São Paulo, em 2014. O ex-BBB foi acusado por duas mulheres de estupro e por uma terceira de tentativa de estupro.

A denúncia do estupro tramitará na 7ª Vara Criminal da Barra Funda sob segredo de Justiça. Como os outros casos ocorreram em diferentes municípios serão enviados para os promotores locais, que analisarão caso a caso. As advogadas das vítimas Juliana de Almeira Valente e Maira Machado Frota Pinheiro divulgaram nota declarando que a decisão do Ministério Público de oferecer denunciar contra Felipe Prior “demonstra a consistências das provas do caso, apesar das tentativas de desacreditar as acusações e as vítimas”.

As advogadas reforçaram que tem “confiança de que o caso chegará a um desfecho com o mínimo de Justiça, apesar das marcas que estarão para sempre com toda as mulheres que sofreram abuso”.

Com informações do G1
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: