Ministro do STF afirma que ação sobre parcialidade de Moro pode ser julgada no primeiro semestre

A ação judicial que pode anular o processo em que Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do triplex, havia sido interrompida em 2018
Ministro Gilmar Mendes - Crédito: Carlos Moura/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou nesta segunda-feira, 11, que a ação sobre a parcialidade do ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, pode ser julgada ainda no primeiro semestre de 2021. A declaração foi feita durante em entrevista ao programa “Em Foco com Andréia Sadi”, na GloboNews.

A ação judicial que pode anular o processo em que Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do triplex, havia sido interrompida em 2018 por um pedido de vista do ministro.


Na época, votaram contra a suspeição de Moro os ministros Carmen Lucia e Edson Fachin. Ainda faltam votar, além de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Nunes Marques.

 

Com informações do G1

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: