Moça desaparece após viajar de Santana do Araguaia a Xinguara; sumiço completa dois meses

A jovem Gabriela Correia da Silva teria feito uma viagem com o companheiro dela, mas dois meses depois, a única interação dela com a família foi uma mensagem no Facebook e considerada suspeita
Gabriela tem 25 anos e supostamente estaria no Tocantins, mas a última informação oficial é de que ela teria saído de Santana do Araguaia rumo a Xinguara (Foto: Redes Sociais)

Gabriela Correia da Silva, de 25 anos, está desaparecida há pouco mais de dois meses. Pouco antes de perder contato com a família, ela disse que iria viajar para Xinguara, no sul do Pará. Ela morava com um companheiro em Santana do Araguaia. Mas desde então, o rapaz e a cunhada de Gabriela pararam de responder às ligações e mensagens da família.

A última interação entre Gabriela e a família ocorreu recentemente e apenas após muita insistência da família. Ela mandou uma mensagem pelo Facebook à irmã dela, Stefane Soares, dizendo que estava sem celular e estaria no estado do Tocantins. Mas foi só. Foi algo muito breve e que foi considerado suspeito pela irmã.

“Minha irmã nunca foi de deixar a família sem notícias e muito menos deixou de perguntar sobre os sobrinhos dela, por quem ela é doida. Achei a mensagem suspeita e não tenho certeza se ela está em segurança. Ela fez uma viagem para Xinguara e de repente aparece no Tocantins sem avisar nada? Seguimos preocupados e a considerando como desaparecida”, disse Stefane.

Quaisquer informações sobre o paradeiro de Gabriela podem ser repassadas ao telefone (91) 98122-7428, que é da família da moça. Qualquer tipo de trote ou informação falsa é passível de processo e registro junto à Polícia Civil. A família está sofrendo e não necessita de desinformação ou brincadeiras de mau-gosto.

Também é possível informar o paradeiro de pessoas desaparecidas através do Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudio e localização para a atendente virtual Iara, no WhatsApp (91) 98115-9181.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional. Matéria exclusiva. Se for reproduzir, dê os créditos corretamente)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar