Motorista do ônibus que capotou e matou 19 pessoas diz que veículo ficou sem freio

Ainda no acidente, mãos de 30 pessoas ficaram feridas
Crédito: Arquivo pessoal/Juliano Neitzke

Ainda na tarde desta segunda-feira, 25, o motorista do ônibus que tombou na BR-376, município de Guaratuba, no litoral do Paraná, prestou depoimento na delegacia do município, sobre o acidente que matou 19 pessoas e deixou mais de 30 feridos.

O condutor do veículo, tem 67 anos e não se feriu no acidente. Em seu depoimento à Polícia Civil, ele informou que o ônibus ficou sem freios antes de tombar.

Ele afirmou ainda que viajava desde a noite sexta, 22, com destino a São José (SC). Após prestar depoimento, ele foi liberado.

De acordo com a Polícia, caso seja comprovada imperícia, ele poderá responder por homicídio culposo.

Ainda segundo o motorista, ele havia sido contratado como terceirizado para conduzir o ônibus. Ele foi funcionário da TC Turismo até o ano de 2014, depois, passou a fazer viagens esporádicas, trabalhando como autônomo. Esta é a terceira vez que ele viajava fazendo a mesma rota.

De acordo com o profissional, a manutenção do veículo havia sido feita antes deles saírem de Belém, e o ônibus não teria apresentado nenhum tipo de problema durante o trajeto. Mas, antes da serra, ele percebeu que a bomba de ar do freio esvaziava muito rápido.

Ainda no depoimento, ele informou às autoridades que havia assumido a direção pouco antes do acidente. Antes disso, ele estava descansando, e outro motorista fazia a condução.


De acordo com a polícia o motorista disse ainda que tentou utilizar uma área de escape que fica a 1 km antes do local do acidente. Porém, não conseguiu pois havia um caminhão na faixa ao lado. Por isso, segundo ele, atingiu a mureta e caiu no barranco.

 

Com informações do G1 Paraná

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: