Mulher usa ‘app espião’ e descobre que companheiro estuprava cunhada de 13 anos

Crédito: Agência Brasil

Um homem de 35 anos é acusado de estuprar a própria cunhada adolescente, hoje com 14 anos, em Salvador, na Bahia. O crime foi descoberto na última sexta-feira, 14, pela namorada dele, irmã da vítima, que vinha sendo estuprada pelo companheiro desde maio, quando ainda tinha 13 anos.

A tia da vítima contou à reportagem do site UOL que a mulher do suspeito descobriu o crime depois que instalou um aplicativo “espião” no celular do ex-companheiro, que gravava o som ambiente.

Em um dos áudios gravados que a reportagem teve acesso, o suspeito conversa sobre o assunto com amigos, que o alertam sobre o crime que ele estaria cometendo.

Depois da descoberta, a jovem confessou aos familiares que foi forçada por ele a ter relações sexuais, e que o último abuso teria acontecido no dia 22 de setembro.

Em uma conversa por whatsapp com a irmã da vítima e sua ex-companheira, o suspeito pede desculpas pelo crime e diz estar arrependido. “Desculpa. Perdão. A única coisa que tenho pra te falar. Você não pode levar fé, mas estou sofrendo também. Acalma seu coração, futuramente eu vou pagar”, diz uma das mensagens.

Em uma reportagem da Record TV Itapoan, de Salvador, a ex-companheira do suspeito comentou sobre o crime. “Eu tenho uma filha. Para você ter noção, a família do pai tomou a minha filha, alegando que ia tomar a guarda dela porque eu confiei minha filha a ele [ao acusado de estupro]. Eu não sei se ele fez alguma coisa com minha filha. Estou com medo”, disse.


A denúncia contra o suspeito foi registrada na Delegacia de Repressão a Crimes Contra Crianças e o Adolescente (DERCCA). A Polícia Civil vai investigar o caso e ouvir os envolvidos.

 

Fonte: IstoÉ

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: