Mulheres fazem caminhada em protesto pela falta de segurança em Xinguara

Elas cobram justiça e segurança da comunidade, principalmente feminina, que vem sendo atacada por um maníaco estuprador.

Preocupadas com a onda de ataques feitas a mulheres na cidade de Xinguara, sudeste paraense, um grupo de mulheres se reuniu no início da noite desta sexta-feira, 12, e saiu em caminhada pela avenida Xingu, no centro da cidade em protesto contra a falta de segurança no município.

Apesar do número reduzido, as participantes demonstraram determinação na busca por providências por parte das autoridades, para garantir a segurança da comunidade, principalmente feminina, que vem sendo atacada por um maníaco estuprador.

Durante o percurso, elas se revezavam no uso do microfone com um carro de som disponibilizado para dar suporte ao ato. Com gritos de ordem, elas elas pediam justiça e entre uma fala e outra as manifestantes lamentavam o número de vítimas do ataque do maníaco, que segundo informado, já passam de dez.

A caminhada teve início em uma praça, no centro da cidade, e seguiu pela avenida Xingu, com paradas na praça Vitória Régia, em frente ao prédio do Ministério Público, como também em frente ao Fórum, encerrando na Delegacia de Polícia Civil.

Dispostas a continuar pedindo providências, o grupo assegurou que caso não tenham respostas imediatas quanto a prisão do acusado, que já teve seu retrato falado divulgado, outros atos serão realizados.

 

 


Da Redação Fato Regional, com informações do Clik Xinguara

Compartilhar essa matéria

fechar