Novo decreto autoriza 50% de público nos estádios do Pará

Mudança passar a valer a partir desta quinta-feira (14), após publicação do Diário Oficial do Estado. Antes, só estava permitida a ocupação máxima de 30%
Mangueirão, palco do duelo entre Manaus e Remo. (Foto: Jader Paes / Agência Pará)

A partir desta quinta-feira (14) está liberada a presença de até 50% do público em estádios, ginásios e arenas esportivas em todo o Pará. O novo decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado pela manhã. Antes, só estava permitida a ocupação máxima de 30%.

Apesar de ter efeito imediato, para que Remo e Paysandu possam ter metade da ocupação de Baenão e Curuzu nas partidas do Campeonato Brasileiro ainda é necessária autorização da Prefeitura de Belém. Segundo apuração de O Liberal, uma reunião na Sesma ocorre na manhã de hoje com representantes de Leão, Papão e Federação Paraense de Futebol.

misso do Remo no Baenão será na próxima terça-feira (19), às 20h30, pela Copa Verde, contra o Galvez-AC. Já o Paysandu só volta a jogar na Curuzu no próximo dia 23, contra o Ituano-SP, pela 4ª rodada do quadrangular da Série C.

Nova capacidade

Atualmente, o Baenão tem como capacidade máxima de público de 13.792 pessoas. Sob o decreto anterior, de 30%, o Leão poderia ter até 4.137 de público, dividido entre torcedores, dirigentes, imprensa e colaboradores. Com a permissão de 50%, este número aumenta para 6.896.

No caso da Curuzu, a capacidade é ainda maior: 18.024 de público total. Os 30% configuraram 5.407 pessoas, o que aumenta agora para 9.012 no decreto de 50%.

Novo decreto permite 50% de público em eventos esportivos em municípios da 'Zona Verde'Novo decreto permite 50% de público em eventos esportivos em municípios da ‘Zona Verde’ (Divulgação/Ioepa)

Pressão

O Remo já realizou duas partidas com a presença da torcida nesta temporada e, em ambas, a diretoria azulina informou que teve prejuízo financeiro, já que o preço do ingresso teve que ser elevado para tentar cobrir as despesas do jogo – o que acabou afastando o público. O Paysandu teve apenas uma partida com a torcida e informou apenas a arrecadação, sem o borderô.


Com isso, os dois clubes encaminharam, no começo da semana, documentos solicitando formalmente aos órgãos competentes, via Federação Paraense de Futebol, o aumento do público para 50%, utilizando como justitifcativas tanto questões de ordem financeira quanto o compromisso com o cumprimento com os protocolos sanitários de prevenção à covid-19.

 

 

 

 

Fonte: O Liberal

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: