Orquestra Sinfônica Brasileira e Vale Música homenageiam Salomão Habib em concerto virtual

Iniciativa integra programa de formação musical e conta com a participação de jovens estudantes do projeto Vale Música Belém
(Foto: OSB / Vale)

Um concerto virtual, com obras de artistas nacionais brinda o encerramento dos trabalhos do Programa Vale Música e a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB). A partir desta quarta-feira (13), até sexta (15), sempre às 11h, a OSB publicará, em suas redes sociais, vídeos em que os jovens estudantes tocam junto com os músicos da orquestra. As apresentações reúnem gravações feitas individualmente, cada um em sua casa, seguindo os protocolos de combate a pandemia. No vídeo de hoje os músicos da OSB dividiram o palco virtual com os jovens alunos do Vale Música do Instituto Moinho Cultural (MS). Juntos, eles interpretaram “Sonhos Guaranis”, de Almir Sater Paulo Simões, em arranjo de Alexandre Queiroz.

Nesta quinta (14), é a vez dos talentosos estudantes do município do Vale Música Serra (ES) interpretarem “Ardiloso”, do compositor Mauricio Oliveira, em arranjo de Rafael Rocha, na companhia de seus professores. E encerrando a programação, na sexta-feira, dia 15 de janeiro, os alunos do Vale Música Belém (PA), apresentarão “Cantiga de Penas”, de Salomão Habib, em arranjo de Alexandre Queiroz.

Figura importante do cenário musical paraense, Salomão Habib é concertista e compositor de música erudita e regional. Ele é professor fundador da Universidade Estadual do Pará no curso de Educação Artística, habilitação em música. Reconhecido nacional e internacionalmente, Habib possui um trabalho popular e erudito, com trabalhos divulgados na França, Japão, Colômbia, Estados Unidos, Holanda e República da Tchecoslováquia. Salomão também é pesquisador e professor de musicalização e violão clássico, formado pelo Conservatório Estadual Carlos Gomes de Belém.

A ação integra o Programa Vale Música, uma iniciativa do Instituto Cultural Vale, que acredita no poder de transformação por meio da música e cria uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem entre os projetos musicais que a Vale patrocina. Isso acontece por meio de intercâmbios entre estudantes e professores, aulas com músicos das orquestras parceiras e residências artísticas.

Programa Vale Música

Cerca de 50 alunos do programa Vale Música dos municípios de Belém, Corumbá e Serra tiveram aulas com professores da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) ao longo do ano de 2020. Em função da pandemia, os encontros, que costumavam ser presenciais, precisaram migrar para o ambiente virtual.

A OSB é parceira do Programa Vale Música desde o primeiro ano e para o coordenador Artístico da orquestra, o Nikolay Sapoundjiev, desenvolver esse projeto com a Vale sempre foi motivo de muito orgulho e alegria. “Sempre viajámos ou recebíamos os alunos aqui em residência, mas nesse ano que passou não foi possível por conta da pandemia. Ainda assim, nós continuamos nos conectando através da música. Realizamos todas as nossas atividades virtualmente e agora neste mês a OSB lança alguns vídeos de culminância desse grande projeto que foram feitos pelos professores e os alunos do programa Vale Música, exclusivamente com um repertório brasileiro”, comenta.

Para João Marcos Palheta, aluno do Projeto Vale Música Belém, o contato com os músicos e professores da OSB proporcionou uma excelente experiência de aprendizado. “É de extrema importância, na formação de um músico performer, uma orientação sólida e eficiente. Através desse contato com os experientes professores da OSB pude aperfeiçoar técnicas, interpretações, formas de tocar em audições e concertos. Posso dizer que as orientações fizeram me aproximar mais de um nível profissional, me trouxeram amadurecimento musical. Toda a vivência e a gama de informações passadas foram de extrema importância para direcionar meu aprendizado e agregar experiência em minha carreira”, afirmou o jovem clarinetista.


Projeto Vale Música Belém
Desenvolvido pela Fundação Amazônica de Música (FAM), a iniciativa vem transformando a vida de alunos do ensino público da capital do Pará e conta com patrocínio da Vale desde 2004, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com 16 anos de existência, mais de 1.200 músicos profissionais foram formados pela instituição, que atende atualmente 280 crianças e jovens com o ensino e aprendizagem da música. O projeto tem a Orquestra Jovem, Coral, Grupo de Flautas Doce, Banda Sinfônica Jovem, Grupo de Percussão de Câmara,  Orquestra de Violinos e Coral infanto-juvenil.

Serviço
OSB e Alunos do Programa Vale Música Instituto Moinho Cultural, Serra e Belém em Concerto Virtual
Dias 13, 14 e 15 de Janeiro, às 11h
Clique aqui para acessar pelo Facebook
Clique aqui para acessar pelo YouTube
Acesso gratuito

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: