Palmeiras contabiliza prejuízo em contas do início de 2020

Balancete do Verdão registra déficit de R$ 80 milhões até o fim de abril e a tendência é que a situação se agrave ainda mais

O balancete do Palmeiras registra um déficit de mais de R$ 80 milhões, considerando as contas de todos os departamentos do clube até o dia 30 de abril de 2020. A informação não é divulgada publicamente pelo Verdão desde março de 2019, mas foi publicada pelo jornalista Danilo Lavieri, do Uol.

A expectativa é de que a situação se agrave com as receitas sofrendo uma queda de até R$ 200 milhões em relação ao ano passado. Vale ressaltar que os efeitos financeiros da pandemia ainda não haviam sido sentidos no primeiro trimestre do ano.

Com a pandemia, o Palmeiras perderá receita com: cotas de TV por adiamento de campeonatos, bilheteria por jogar com portões fechados, inadimplência de sócios torcedores Avanti, clube social, entre outros fatores.

Lembrando que mesmo antes da paralisação do futebol, a situação financeira do Verdão já era ruim. Até o fim de março, o clube já registrava um déficit de R$ 63 milhões. Isso ajuda a explicar algumas saídas de nomes importantes do elenco como Dudu, Bruno Henrique e Vitor Hugo. Novas vendas não estão descartadas.

O Palmeiras vem acumulando contas negativas desde 2019, quando manipulou o balanço para fechar o ano no azul, registrando as saídas de Artur e Carlos Eduardo em dezembro, quando na verdade as negociações foram sacramentadas em janeiro de 2020. A estratégia acabou prejudicando os números da atual temporada.


O Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do Palmeiras voltará a se reunir para discutir as contas dos meses posteriores. A preocupação é que os gastos superam as arrecadações e a tendência é que o déficit aumente ainda mais.

 

Fonte: Nosso Palestra/LANCE!

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: