Papa Francisco e clérigo xiita do Iraque se encontram durante visita histórica

O grande aiatolá Ali al-Sistani é uma das figuras políticas e religiosas de maior influência
(Foto: Vatican News)

O papa Francisco e o principal clérigo xiita do Iraque, o grande aiatolá Ali al-Sistani, se reuniram neste sábado (6) em um encontro histórico na cidade sagrada de Najaf, sul do Iraque. Essa é a primeira vez que um papa se encontra com um clérigo xiita sênior. Ele chegou ao Iraque nesta sexta-feira (5) e deve ficar por lá até segunda (8). É uma visita histórica e de paz, que apesar disso, gerou revoltas e ataques.

Ali al-Sistani e papa Francisco conversaram por quase uma hora, na casa do grande aiatolá. O clérigo de 90 anos é uma das personalidades mais importantes do islamismo xiita e uma importante figura política. A partir de um decreto dele, milhares de homens lutaram contra o Estado Islâmico em 2014 e derrubaram o governo iraquiano, em 2019. Mesmo assim, raramente faz aparições públicas ou participa de reuniões.

Depois do encontro, o papa partiu para visitar as ruínas da antiga Ur, também no sul do Iraque. A área é venerada como o local de nascimento de Abraão, considerado profeta e pai do judaísmo, do cristianismo e do islamismo. A missão de paz do líder máximo da igreja católica é para fazer um apelo aos líderes iraquianos e ao povo pelo fim da violência e de conflitos religiosos. E ainda, prestar solidariedade à comunidade cristã do Iraque.


Há outros encontros com lideranças políticas e religiosas do país neste domingo e até antes da partida do papa, na segunda.

(Fonte: Poder 360, com edição da Redação Fato Regional)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: