Pará começa pagamento da 4ª etapa do ‘Vale Gás’

Beneficiários nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março começaram a receber na última segunda-feira (20) o pagamento da 4° etapa do programa “Vale Gás”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), que já beneficiou cerca de 150 mil famílias paraenses de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Um investimento de aproximadamente R$ 15 milhões do Governo do Estado.

Os pagamentos desta rodada serão realizados de acordo com o cronograma estabelecido pela Secretaria, que leva em conta o mês de aniversário do beneficiário. Nesta terça-feira (21), será a vez dos nascidos nos meses de abril, maio e junho; na quarta (22) serão contemplados os beneficiários nascidos nos meses de julho, agosto e setembro e na próxima quinta-feira (23) é a vez dos nascidos nos meses de outubro, novembro e dezembro.

“Lançamos esse programa em setembro do ano passado para colaborar com aqueles que mais precisam, garantindo a cota de R$ 100 para as famílias paraenses. Basta conferir no site do Banco do Estado do Pará (Banpará) e da Seaster a nova lista. É só colocar o CPF e checar se você tem direito. Se tiver seu nome apto, corre no banco e recebe o benefício para te auxiliar nesse momento de dificuldade”, destaca o governador do Pará, Helder Barbalho.

A dona de casa Joquebede Neres, 25 anos, chegou cedo na última segunda-feira (20), na Agência Centro do Banpará, na Avenida Presidente Vargas, em Belém, para sacar o benefício. “Desde o início da pandemia, o orçamento da minha família está mais curto. A alimentação ficou muito mais cara e por isso, receber esse Vale Gás é uma ótima ajuda pra mim e pra outras famílias. É realmente muito importante pra gente”, diz.

O Vale Gás tem como objetivo minimizar os efeitos causados pela pandemia da Covid-19 entre a parcela da população mais vulnerável econômica e socialmente e garante o auxílio para a compra de botijões de 13 quilos. Ao todo, nesta próxima etapa, 139.753 beneficiários declararam renda zero no CadÚnico e estarão aptos.

Francisco Carlos, 55 anos, ficou desempregado durante a pandemia e afirma que os auxílios oferecidos pelo Governo do Estado são fundamentais para a sua família. “Assim como eu, muita gente está desempregada. Eu ainda não consegui arrumar emprego e estou me virando com essas ajudas que o governo está garantindo, ajuda muito. Essa nova etapa do Vale Gás veio em uma excelente hora. Hoje eu saio daqui feliz da vida”, ressalta.


Para ser contemplada, a unidade familiar precisa estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda per capita declarada igual a zero.

A dona de casa Maria de Fátima Silva, 50 anos, moradora de Santa Cruz do Arari, conta que vem passando por muitas dificuldades financeiras ao longo da pandemia. “Eu adoeci, fiquei muito mal, mas graças a Deus estou aqui bem. Com tudo encarecendo, esse programa é uma ajuda e tanto, porque o valor que eu iria usar pra comprar o gás, vai para a alimentação da minha família”, pontua.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar