Paraense de Parauapebas está entre os desaparecidos da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais

Lenilda Cavalcante Andrade, que tem familiares em Parauapebas-PA, está entre os 265 nomes de pessoas sem contato, até o momento, após rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho - MG. (Foto/Reprodução/Facebook)

Ela acorda querendo da vida mais fôlego! Ela é assim mesmo: toda intensidade!”. Esta foi a última frase publicada por Lenilda Cavalcante Andrade, às 6h51 da manhã de sexta-feira, 25, em seu perfil no Facebook, exatamente 8h11 minutos depois, às 13h20, horário em que os homens do Corpo Bombeiros informaram o rompimento da Barragem da Vale, em Brumadinho, Minas Gerais.

O nome de Lenilda Cavalcante Andrade está na lista dos 265 nomes de pessoas sem contato, até o momento, no site criado pela Vale (encurtador.com.br/nyLV2) para prestar informações aos familiares que possuem parentes desaparecidos. A lista foi atualizada às 12:00 deste sábado (26). A mineradora também disponibilizou o número da ouvidoria (0800 821 5000) para confirmação de pessoas localizadas. Até agora o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou 11 mortes ocasionadas pela tragédia.

Segundo informado pelo seu perfil na facebook, Lenilda é natural de Tucuruí, já teria trabalhado na Vale, em Parauapebas, sul do Pará, onde a família mora, e atualmente era Técnica em Planejamento na mesma empresa, em Brumadinho, Minas Gerais.

De acordo com informações repassadas à Globo News por Letícia, amiga de Lenilda em Brumadinho, ela estaria no refeitório e teria sido pega de surpresa no momento do rompimento da barragem. Ainda segundo Letícia, Lenilda seria membro da Igreja Adventista do 7º Dia e teria um filho. “Estou muito triste e a família dela no Pará está desesperada”, lamentou a jovem, reforçando que os familiares de Lenilda devem viajar em breve até o local, para acompanhar as buscas da funcionária da Vale.

Na página oficial de Lenilda no Facebook, centenas de pessoas, entre amigos e desconhecidos, lamentaram a situação e deixaram mensagens de esperança. “..Fico triste pelas famílias das vítimas e, em especial, a família dessa paraense…como paraense, fica aqui meus sentimentos a família e tenho fé que ainda poderá ser encontrada..” desejou uma internauta. “Que Deus proteja e seja lá por onde estiver, a guarde com vida. Força a todos os familiares e amigos”, confortou outro internauta.


A equipe de reportagem do Portal Fato Regional tenta contato com a família de Lenilda e em breve trará mais informações.

(Redação Fato Regional)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar