Pela primeira vez no ano, cesta básica apresenta recuo de quase 2% no Pará

Segundo o Dieese, a cesta básica dos paraenses custou R$505,87 em abril, o que comprometeu cerca de metade do atual salário mínimo de R$1.100,00
Crédito: Agência Brasil

Um novo estudo divulgado na manhã desta sexta-feira, 7, pelo Departamento Intersindical de Estatística e  Estudos Socioeconômicos (Dieese), constatou que o preço da cesta básica apresentou recuo de quase 2,00% em abril.  Essa é a primeira queda do ano, segundo a entidade.

De acordo com a pesquisa, no mês passado, a cesta básica dos paraenses custou R$505,87, o que comprometeu cerca de metade do atual salário mínimo de R$1.100,00.  Ainda conforme as informações do balanço divulgado pelo Dieese, as maiores quedas ocorreram nos seguintes produtos: tomate com recuo de 13,24%, seguido do óleo de cozinha (3,64%); leite (3,61%) e da banana (1,44%). Já os que tiveram as maiores altas foram: açúcar (3,94%), café (1,42%) e da carne bovina (0,72%).

O custo da cesta básica para uma família composta de dois adultos e duas crianças, ficou em R$1.517,61, sendo necessários, portanto, aproximadamente 1,38 salários mínimos para garantir as mínimas necessidades, somente com alimentação, revelou o Dieese.


A pesquisa mostra ainda que para comprar os 12 itens básicos da cesta, o trabalhador paraense comprometeu 49,72% do atual salário mínimo e teve que trabalhar 101 horas e 10 minutos das 220 horas previstas em lei.

 

Com informações do Dieese-PA

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: