Polícias Civil e Militar de Tucumã recapturam “Matemático” e “Rato”

Acusado de participação no assassinato de Lucas Oliveira dos Santos, em 1º de fevereiro último, em Tucumã, foi recapturado em Marabá Wellington da Silva Barros. Mais conhecido como Matemático. Ele era um dos 16 foragidos do Centro de Triagem Metropolitano II, em Santa Izabel do Pará. Na ocasião, em 17 de julho, aconteceu uma fuga em massa daquela cadeia.

Matemático estava na companhia de Cássio Silva Carvalho, quando foi capturado pela Policia Civil em Marabá. Com a dupla, os policiais encontraram 16 quilos de maconha, cinco celulares e quatro TVs roubadas.

Em Tucumã uma guarnição da Polícia Militar prendeu, também na segunda-feira, Rick Henrique de Jesus Reis. Ele fugiu da Delegacia de Polícia local na companhia de outros quatro presos em 25 de maio deste ano. Eles arrancaram a grade de uma janela da cela em que estavam presos e saíram.

Preso em Tucumã, “Rato”, amigo do conforto, diz que aguardava a nova cadeia de Parauapebas para se entregar.

Rick Henrique, também conhecido como Rato, havia sido preso três dias antes da fuga, acusado de, na companhia de dois adolescentes, ter cometido assalto em uma propriedade rural do município.

Na ocasião, eles fizeram refém um idoso de 82 anos, na sede da propriedade, enquanto “limpavam” a casa dele. Na fuga levaram o veículo da vítima, dinheiro e outros objetos da fazenda.


Junto com Rick fugiram André Silva, Jhon Harrisson Mendes, Marcos Antônio Roberto da Silva e Gabriel Ricardo Pinheiro de Assis. Rato disse aos repórteres policiais de Tucumã que estava escondido em Parauapebas. E revelou que, assim que o presídio daquela cidade fosse inaugurado, iria se entregar.

 

 

Fonte: Blog do Luiz Pereira

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar