Pombo-correio usado por facção é capturado em presídio

O animal carregava uma bolsa com as iniciais de um grupo criminoso.

Na manhã do último sábado (3), agentes penitenciários do Presídio de Segurança Máxima 2, em Maceió, Alagoas, capturaram um pombo que carregava uma bolsa com as iniciais de uma facção criminosa.

O animal foi capturado, mas não havia mensagens ou drogas na bolsa, que estava amarrada entre as pernas do animal.

No vídeo compartilhado nas redes sociais pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen/AL), aparece a bolsa que é costumeiramente usada por integrantes de facções criminosas para levar mensagens de orientação entre presos do sistema penal.


O secretário de Estado da Ressocialização e Inclusão Social, coronel Marcos Sérgio Freitas, afirmou que situações assim vêm acontecendo por conta das tecnologias adotadas no sistema prisional, como o scanner corporal, raio x e bloqueadores de celular. “Os reeducandos estão utilizando esses artifícios para se comunicar”, informou o secretário.

 

 

Com informações da Gazetaweb

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: