Preço do gás de cozinha aumenta pela quarta vez no Pará em 2021

Só nos cinco primeiros meses de 2021, o gás de cozinha já sofreu quatro aumentos nas refinarias da Petrobras e o preço repassado ao consumidor contabilizou uma variação de 6% a 7% ao longo dos meses.
Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O preço do gás de cozinha sofreu um novo aumento no Pará. Agora, o valor cobrado pelo produto está em torno de R$ 98, cerca de R$ 4 mais caro que o preço apresentado nos últimos quatro meses.

Só nos cinco primeiros meses de 2021, o gás de cozinha já sofreu quatro aumentos nas refinarias da Petrobras e o preço repassado ao consumidor contabilizou uma variação de 6% a 7% ao longo dos meses. O primeiro aumento foi de 6%, em janeiro, o segundo de 5,1%, em fevereiro, o terceiro aumento aconteceu em março, 5,2%, e o mais recente foi de 5%.

De janeiro a abril, o preço do gás de cozinha subiu 11,45%. Nos 12 meses seguintes de maio de 2020 a maio de 2021, o aumento foi de 17,25%, segundo o IPC-S, indicador de inflação do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), utilizado em reajustes salariais e de aluguel. Se comparada a inflação do mesmo período, o registro chega a 3,5%, o equivalente a cinco vezes menos do que o gás de cozinha.

O botijão de gás de cozinha pode ser encontrado a partir de R$ 98 para compras à vista, podendo ter o valor aumentando em comprar no cartão.


As perspectivas para os próximos meses ainda são de constantes altas, segundo o Sergap Pará, caso a nova diretoria da Petrobras não mude a política de preços atualmente vigente, que é a de paridade aos preços internacionais. O órgão recomenda que o consumidor use de forma racional e busque comprar de postos autorizados e identificados, pois há notícias de fraude no peso relacionadas a preços baixos o que pode colocar em risco a saúde não só de quem compra de lugares irregulares como de toda a vizinhança.

 

 

Com informações de Roma News

 

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: