ASSISTA: Prefeito de Tucumã convida população a conhecer realidade da Secretaria de Obras: ‘máquinas sucateadas’

De acordo com o novo gestor municipal, a Prefeitura está passando nesse primeiro momento, por uma intensa reestruturação.
Prefeito de Tucumã, Dr. Celso Lopes (PSDB) - Foto: Fato Regional

Em entrevista realizada na tarde desta quarta-feira, 13, ao Portal Fato Regional, o prefeito de Tucumã, sul do Pará, Dr. Celso Lopes (PSDB), mostrou a dificuldade encontrada pela nova gestão, já nesta primeira semana de mandato no município.

De acordo com o novo gestor municipal, a Prefeitura está passando nesse primeiro momento, por uma intensa reestruturação. “O trabalho está sendo intenso para colocar ordem na casa. Na Secretaria de Obras por exemplo, não temos uma máquina com condições de uso, todas estão sucateadas, a patrol está só o esqueleto, os caminhões não funcionam. Então, tudo isso é o que nós temos que arrumas a princípio”.

Maquinas sucateadas deixadas na Secretaria de Obras – Foto: Márcio Albano/Ascom

O prefeito ainda aproveitou a ocasião para convidar a população a visitar a Secretaria de Obras e ver como está a situação do maquinário. “Eu convido a população que estiver em dúvida sobre a realidade que estou passando aqui para vocês, a visitar a Secretaria e ver de perto o cenário que foi deixado”.

Na saúde, o prefeito falou sobre a situação da covid-19 no município e o que se está fazendo para o combate à doença. “Estamos trabalhando para que as determinações em decreto sejam cumpridas. Adquirimos recentemente seis mil testes rápidos para covid e isso é muito importante para se manter o controle da doença e melhor atender a comunidade”.

Caminhão sem funcionar – Foto: Márcio Albano/Ascom

Sobre demandas que estejam surgindo o prefeito pediu paciência e compreensão da população. “Quando nós assumimos, fizemos um mutirão para recolher o lixo, pois estava há muito tempo acumulado. E agora, pedimos que a população nos informe em caso de algum problema que iremos tentar resolver, mas, pedimos que tenham um pouco mais de paciência e compreensão nesse primeiro momento, pois estamos organizando a casa para poder trabalhar da forma que a população merece”.

 

Da Redação Fato Regional

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: