sexta-feira, 24 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Prefeito João Cleber desfaz desinformação sobre licitação de combustível em São Félix do Xingu

Alvo de ataques de cunho político-eleitoral, a licitação para aquisição de combustível da frota de veículos de São Félix do Xingu está dentro da legislação vigente, é recorrente e nunca foi questionada pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA). Em entrevista exclusiva ao Fato Regional, o prefeito João Cleber explicou a natureza da licitação e importância para o município com o sexto maior território do Brasil e com obras constantes em diferentes localidades
A frota de veículos que vai dispor do combustível contratado via licitação é composta por 80 máquinas pesadas e 26 veículos leves. São Félix do Xingu tem dimensões territoriais extensas e a frota demanda bastante combustível e de forma recorrente (Foto: Ascom SFX)

A Prefeitura de São Félix do Xingu, no Sul do Pará, sob a gestão do prefeito João Cleber (MDB), se tornou alvo de um campanha de desinformação (ou fake news) por conta da licitação para aquisição de combustível da frota de veículos leves e pesados do município. O valor contratado é de R$ 9.820.011,35 e representa um contrato que pode se estender por mais de um exercício e com previsão de aditivos, válido para toda a estrutura de governo.

A gestão do prefeito João Cleber até mantém algumas máquinas em seis distritos para demandas urgentes de cada localidade e para economizar combustível, já que o município tem dimensões muito extensas e algumas localidades bem distantes (Foto: Ascom SFX)

Em entrevista ao Fato Regional, o prefeito João Cleber destacou que o município tem uma frota de 106 veículos, sendo 80 máquinas pesadas e 26 veículos leves, usados pela Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo e Secretaria de Governo. Cabe ressaltar que São Félix do Xingu é um município com dimensões maiores que alguns estados brasileiros. Com uma área de 84.212,958 km², trata-se do terceiro maior território municipal do Pará e o sexto maior do Brasil.

“Somente em vicinais, são 11 mil quilômetros de estradas. São Félix do Xingu é um município muito extenso e formado por diversas áreas rurais. Nosso gasto em combustível é imenso. Inclusive, para facilitar os deslocamentos e economizar, mantemos algumas máquinas e veículos em seis distritos. É importante explicar que esse procedimento não é inédito. Já fizemos licitações semelhantes e não houve qualquer contestação sequer do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA)”, observou o prefeito.

João Cleber reforça que todo o procedimento está pautado na legislação vigente e acompanhado pelo corpo técnico de servidores e assessoria jurídica do município. “Nenhuma prefeitura consegue fazer licitação atrás de licitação para compras muito recorrentes. Muito menos a prefeitura de uma cidade com as dimensões de São Félix do Xingu”, observa, pedindo que a população não acredite em notícias falsas e baseadas em fontes duvidosas que desconhecem o dia a dia do município.

O prefeito João Cleber garante que todo o processo é pautado dentro da legislação e reafirma o compromisso com a população xinguense e com a transparência pública (Foto: Alerhandro Rafalski / Fato Regional / Arquivo)

“Nossa frota de veículos é para atender toda a nossa população, mesmo nos distritos e vilas mais afastados. É graças à nossa frota de máquinas que mesmo com um rigoroso inverno, não tivemos estradas interditadas. E seguimos com obras de manutenção, recuperação, pavimentação e levando serviços de saúde, saneamento, coleta de lixo, socorro emergencial. Tudo demanda constante abastecimento. Reafirmo meu compromisso com o trabalho, que é lema desta gestão, com o povo e com a transparência pública”, concluiu o prefeito.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!