Presidente Jair Bolsonaro chega ao Pará nesta quinta-feira; apoiadores planejam motociata

De acordo com o vice-presidente do PL no Pará, Rogério Barra, comitivas de vários municípios são aguardadas em Paragominas. Presidente vai participar de cerimônia no parque de exposições da cidade
Foto: Isac Nóbrega/PR

Apoiadores de Jair Bolsonaro se organizam para receber a comitiva presidencial nesta quinta-feira, 28, em Paragominas, município que fica a 300 quilômetros da capital do Pará. De acordo com a agenda oficial, será realizada uma cerimônia de entrega de títulos de regularização fundiária para produtores locais, no Parque de Exposições da cidade, às 10h.

Vice-presidente do PL no Pará, Rogério Barra explica que a expectativa é de que o presidente chegue na cidade por volta das 9h30. Segundo Barra, o município está em “clima bem festivo”, até por ser “muito conservador”. Ele informou que estão sendo aguardadas comitivas de outras cidades do Estado, como Rondon do Pará, Ulianópolis, Dom Eliseu e Santa Maria.

Existe também a expectativa da realização de uma motociata. “As lideranças de moto, moto clube, mototaxistas, fizeram reuniões e traçaram um percurso que seria o ideal e a já estão mobilizadas de forma espontânea para fazer a motociata”, declarou Rogério Barra. Porém, isso ainda não está confirmado, por depender da quebra de protocolo por parte do presidente. “Vamos torcer”, completou.

Rogério Barra cita as ações desenvolvidas pelo Governo Federal no Pará, como as obras na BR 163, a Ponte de Xambioá, que liga a cidade de São Geraldo do Araguaia ao Tocantins, conclusão da BR 422 e início da BR 230, entre Medicilândia e Uruará. “São obras muito importantes de infraestrutura que ajudam no deslocamento, na qualidade de vida da população e escoamento da produção. Hoje, o Pará figura dentro do Brasil como um polo exportador, não só de agropecuária como de minério. E falando como conservador, nunca antes um presidente tinha pisado no solo de Paragominas. Isso acabou mobilizando todo o entorno e muitos de Belém que estão indo para lá, numa forma até de mostrar uma forte adesão ao presidente dentro do Pará, para contrariar o que eles chamam de pesquisas, que tentam desmentir o que as ruas mostram. Há uma adesão muito forte pelo presidente, enquanto o candidato “descondenado”, que é o Lula, não mostrou sua cara na rua para mostrar a sua popularidade”, argumenta Barra.

ente do Sindicato Rural de Paragominas, Maxiely Scaramussa, publicou uma série de Stories com imagens dos preparativos no centro de exposições do município, onde ocorrerá a programação. No início de abril, ela esteve em Brasília em audiência com Bolsonaro.


Em entrevista exclusiva ao Grupo Liberal no início do mês, Bolsonaro adiantou que iria ao município. “Uma das coisas mais importantes que faremos é a entrega de títulos, provisórios e definitivos. Enquanto não tem título, são pessoas usadas pelo MST [Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra] para fazer invasões. O número de invasões por ano está abaixo de 10, em governos passados era 10 por mês” afirmou o presidente ressaltando, que a medida visa valorizar os produtores rurais.

A programação deve contar com a participação de apoiadores e correligionários do presidente, como os deputados federais Éder Mauro (PL) e Joaquim Passarinho (PSD), além do senador Zequinha Marinho (PL).

Fonte: O Liberal
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar