PSDB diz que testes de votação com novo aplicativo não foram satisfatórios

Partido diz que já programa testes com nova empresa para conclusão de prévias, que começaram no domingo.
Foto: Reprodução/Jovem Pan

PSDB afirmou, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (24), que realizou testes ao longo da madrugada com o novo aplicativo contratado pelo partido, mas os resultados “não foram totalmente satisfatórios”.

Com isso, na manhã desta quarta, “o PSDB e campanhas já programam testes com nova empresa”, diz a nota. “Outras entidades também já estão contatadas”, conclui o comunicado.

A nova empresa, Relatasoft, foi contratada na terça-feira (23) pelos tucanos a fim de viabilizar a conclusão das prévias após erros ocorridos no domingo.

A votação foi paralisada após uma falha no primeiro aplicativo utilizado, que impediu a votação de filiados do partido no nome de preferência para concorrer como pré-candidato à Presidência da República nas eleições de 2022.

Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus, João Doria, governador de São Paulo, e Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, disputam as prévias do partido.

O presidente da Relatasoft, Leonardo Cunha, afirmou que o rompimento “não causa nenhum desconforto” porque o PSDB teria “pressa” em resolver o problema, enquanto a empresa prezaria pelo “zelo”, afirmou.

“É uma relação tensa por natureza. Por isto mesmo o contrato foi escrito desta forma. Não nos causa nenhum desconforto e desejamos sucesso”, disse.

Em entrevista coletiva na noite de terça, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que a expectativa é que a votação fosse concluída até o próximo domingo.

Questionado sobre o modelo adotado pelo partido para definir um candidato, o presidente do PSDB ressaltou que o processo é inovador, mas que foram “vítimas da tecnologia”.


“Tomamos uma medida que foi moderna, foi inovadora. Podíamos ter feito um modelo que podia gerar um nível de participação bem menor, estamos aprendendo com o processo, porque o processo é inovador. Nós fomos vítimas da tecnologia”, destacou.

 

 

 

 

 

Fonte: CNN Brasil

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: