Restaurantes se preparam para abrir a partir desta quarta-feira, 1º

Mesas terão que ficar distantes, temperatura dos clientes será medida e não vai poder mais juntar mesas
Restaurantes passam por desinfecção antes da reabertura (Fábio Costa / O Liberal)

Para sustentar uma reabertura segura e viável aos clientes e funcionários, os proprietários de restaurantes, lanchonetes e similares de Belém, estão tomando uma série de medidas de higiene e de distanciamento para o retorno do segmento nesta quarta-feira, 1º de julho, na capital. A retomada gradativa vai contar com adaptações no cardápio, no serviço e na capacidade de atendimento destes locais. O novo protocolo será um desafio a estes empresários que suspenderam as atividades presenciais desde março, atendendo as medidas mais restritivas para conter o avanço do novo coronavírus na cidade.

Proprietário de uma rede de pizzarias e restaurantes, Osório Júnior está nos últimos preparativos para a retomada das atividades. “Estamos organizando as mesas para que elas fiquem distantes mais de 1,5 metro uma das outras. Cada uma vai ficar com quatro lugares apenas. Terá mudanças no serviço: os pratos não vão ficar mais expostos à mesa. Álcool em gel para os funcionários e clientes; vamos ter uma série de mudanças neste ‘novo normal’, como a medição de temperatura dos clientes também”, conta o empresário que, durante a pandemia, teve de fechar três lojas, das 11 que ele mantinha na Grande Belém.


Há 33 anos no mercado, Osório afirma que nunca presenciou uma crise econômica tão intensa quanto a provocada pela covid-19. “De uma hora para outra tivemos de fechar as portas. Algumas lojas não seguraram as despesas, como a da Duque, a da Benjamin e do Shopping Castanheira. Além do pagamento do aluguel, tínhamos de manter os funcionários, e apenas com o delivery, não conseguimos dar continuidade nesses negócios”, lembra Osório.

 

 

Fonte: Liberal

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: