STF determina que Daniel Silveira pague R$ 100 mil por mau uso da tornozeleira

O valor foi estipulado pelo ministro Alexandre de Moraes e deve ser pago no prazo de 48h
(Crédito: Luís Macedo/Agência Brasil)

Preso em prisão domiciliar desde março, o deputado Daniel Silveira tem que pagar R$ 100 mil por mau uso da tornozeleira eletrônica. O valor foi estipulado pelo ministro Alexandre de Moraes e deve ser pago no prazo de 48h, a partir da abertura da conta específica para o depósito.

A decisão surgiu depois que o vice-procurador-geral da república, Humberto Jacques de Medeiros, pediu que o tribunal fixasse uma fiança e um reforço do aparelho usado pelo deputado.


O pedido foi baseado em relatórios da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária que apresentam violações da tornozeleira, como bateria descarregada e lacre rompido.

(Com informações do Metrópoles)

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: