TRF-4 revoga prisão do ex-deputado Eduardo Cunha

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, foi condenado a 14 anos e 6 meses por corrupção passiva, evasão fraudulenta de divisas e lavagem de dinheiro
Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) revogou a prisão do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB). A informação foi divulgada pela CNN Brasil nesta quarta-feira (28).

A defesa do ex-deputado, preso preventivamente desde 2016, entrou com pedido de habeas corpus. Argumentou que Cunha nunca foi condenado por decisão colegiada.

O relator do caso no TRF-4 entendeu que a prisão preventiva “ultrapassou o limite do razoável”. A decisão do tribunal foi unânime, de acordo com a CNN.

O ex-deputado poderá deixar de usar a tornozeleira eletrônica, mas segue com o passaporte retido pela Justiça e não pode deixar o país.


(Da Redação Fato Regional, com informações de Poder 360)

Siga o Fato Regional nas redes sociais!

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: