Vacina deve imunizar contra Covid-19 por 1 ano, diz presidente da AstraZeneca

Farmacêutica britânica já iniciou os testes em humanos da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford
Segundo Covas, o instituto está "fortemente empenhado" no desenvolvimento de um agente imunizador (REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)

A potencial vacina contra o coronavírus da AstraZeneca provavelmente fornecerá proteção contra a infecção por cerca de um ano, disse o presidente da empresa, Pascal Soriot, em uma estação de rádio belga nesta terça-feira.

A farmacêutica britânica já iniciou os testes em humanos da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, com um estudo de fase 1 no Reino Unido prestes a ser concluído em breve e um estudo de fase 3 já iniciado, afirmou ele à emissora Bel RTL.

“Acreditamos que ela irá proteger por cerca de um ano”, disse Soriot.


A AstraZeneca informou no sábado que assinou contratos com França, Alemanha, Itália e Holanda para fornecer até 400 milhões de doses da vacina em potencial à União Europeia.

“Se tudo correr bem, teremos os resultados dos ensaios clínicos em agosto/setembro. Estamos fabricando em paralelo. Estaremos prontos para entregar a partir de outubro, se tudo correr bem”, acrescentou.

 

 

Fonte: O Liberal, por Reuters
Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar
%d blogueiros gostam disto: