segunda-feira, 27 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Veja a lista dos celulares compatíveis com a tecnologia 5G no Brasil e como acessar

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Atualmente em vigor em apenas cinco cidades brasileiras, o sinal 5G oferece a novidade de velocidade média de 1 Gigabit (Gbps), dez vezes superior ao sinal 4G, segundo avaliação, e tem a possibilidade de chegar a até 20 Gbps. Além disso, o sinal possui um menor atraso na transmissão dos dados, uma vez que, um arquivo de 5G pode ser baixado em cerca de 40 segundos nesse sistema.

A tecnologia tem potencial para aumentar a produção industrial, por meio da comunicação direta entre máquinas, e possibilitar novidades como cirurgias a distância e transporte em carros sem condutores.

TIM, Claro e Vivo serão as primeiras operadoras a oferecer o sinal 5G puro em Brasília. Em princípio, serão instaladas 100 antenas que atenderão entre 40% e 50% da população do Distrito Federal. Nos próximos dois meses, mais 64 antenas passarão a funcionar, elevando o alcance da tecnologia para 65% da população. De acordo com o conselheiro e vice-presidente da Anatel, Moisés Moreira, até o dia 29 de setembro, todas as capitais deverão contar com a tecnologia.

Até o momento, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já homologou 82 modelos de aparelhos celulares de 10 marcas, confira aqui a lista completa e atualizada.

Orientações das operadoras para ter acesso ao sinal


De acordo com a Vivo, os clientes com chips 4G poderão navegar usando a rede 5G assim que estiverem disponíveis na sua cidade, mas no caso da utilização do 5G SA (standalone) será necessário a troca do chip. Para ver o mapa de cobertura da operadora a operadora recomenda acessar o site oficial. Já a Claro garante que seus chips 4G já podem acessar a rede nomeada pela operadora de 5G+, em uma frequência chamada non-standalone. Porém, para utilização do novo sinal de 5G SA será necessário a troca de chip pela operadora. A operadora orienta acessar o mapa de cobertura da operadora. A Tim relata que não será necessário a alteração de chip para o 5G SA, mas que, de forma inicial, o 5G standalone da operadora ficará restrito aos planos pós-pago TIM Black ou TIM Black Família com a contratação de 50 GB de internet adicional. Para acessar o mapa de cobertura da operadora, basta clicar aqui.

Com informações da Anatel