Veja quais os municípios com mais crianças para vacinar contra Covid-19 no Pará

Em Belém, número atual de crianças a serem vacinadas hoje é 30 mil menor que no ano 2000, enquanto em Parauapebas exército de “bambinos” é praticamente o triplo do início do milênio.
Vaincação contra covid - Vacina Astrazeneca - Centro de Saúde n°13, 23/07/2021 Fotos: Myke Sena/MS

Quase 1,2 milhão de crianças de 5 a 11 anos estão na mira das seringas para serem vacinadas contra o coronavírus no Pará, apurou o Blog do Zé Dudu. Sem recenseamento geral da população e devido ao fato de as estimativas anuais de população não detalharem o número de habitantes por situação de domicílio, sexo e grupos de idade, os municípios ficam no escuro sem saber o tamanho real de seu efetivo público vacinal.

Com isso, no caso da vacinação de adolescentes e adultos, em muitos lugares sobraram vacinas, já que houve estimativa para além da realidade numérica da população potencial; e noutras localidades, ao contrário, faltou o imunizante, em razão de projeção a menor.

Nesta terça-feira (18), o Blog do Zé Dudu fez atualização do número populacional por faixa etária, valendo-se dos censos 2000 e 2010, os mesmos utilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE) para cálculo das estimativas da população. As ponderações do Blog não batem com os das secretarias de Saúde porque estas, embora siga diretrizes do Ministério da Saúde, estão se utilizando de números “oficiais” defasados para a realidade de 2022, ano para o qual o IBGE não divulgou estimativa da população, que é liberada apenas no final de agosto com referência a 1º de julho. Como 2022 é ano de recenseamento geral, não há previsão de estimativa.

No ano 2000, o Pará iniciou o novo milênio com 1,068 milhão de crianças com entre 5 e 11 anos, que é o atual público da vez na vacinação da Covid-19. Uma década mais tarde, o total de “bambinos” subiu para 1,12 milhão. Evidentemente, esse crescimento não seguiu trajetória uniforme, e uma parte considerável dos municípios viu diminuir sua população infantil porque, de 2010 para cá, muitos pequeninos se tornaram adolescentes ou adultos, e o número de novas crianças ingressando a essa faixa de idade diminuiu.

Em Belém, por exemplo, o exército de mirins de 5 a 11 anos caiu de 168,4 mil em 2000 para 134,3 mil em 2022. A Secretaria Municipal de Saúde da capital paraense diz, no entanto, que são 141,6 mil crianças. Enquanto isso, em Parauapebas, a população quase triplicou, saltando de 12,3 mil para 32,7 mil no mesmo período, uma das maiores taxas de crescimento desse público no estado. Os números de Parauapebas batem com os dados da população matriculada no ensino regular, na faixa de 5 a 11 anos, e que consta do último censo escolar.

Belém e Parauapebas, aliás, estão entre as 5 cidades paraenses com as mais altas populações de crianças na faixa vacinal. As demais são Ananindeua, Santarém e Marabá. Confira os 12 municípios com maiores contingentes de crianças elegíveis à vacinação da Covid-19:

12 MAIS POPULOSOS (FAIXA DOS 5 AOS 11 ANOS)

  • 1º – Belém — 134.347
  • 2º – Ananindeua — 61.220
  • 3º – Santarém — 41.040
  • 4º – Marabá — 38.810
  • 5º – Parauapebas — 32.727
  • 6º – Castanhal — 24.833
  • 7º – Abaetetuba — 21.010
  • 8º – Cametá — 20.776
  • 9º – Breves — 18.994
  • 10º – Marituba — 18.551
  • 11º – Barcarena — 18.209
  • 12º – Bragança — 17.813

Entre os municípios menos populosos, no tocante à faixa etária vacinal infantil, nenhum alcança ao menos mil a imunizar. Separados por apenas dez crianças, Bannach e Pau D’Arco, ambos no sul do Pará, duelam pelo pódio de município com menos indivíduos dos 5 anos 11 anos. Confira:

5 MENOS POPULOSOS (FAIXA DOS 5 AOS 11 ANOS)

  • 1º – Bannach — 368
  • 2º – Pau D’Arco — 378
  • 3º – Palestina do Pará — 741
  • 4º – Faro — 752
  • 5º – Brejo Grande do Araguaia — 783

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Blog Zé Dudu

Compartilhar essa matéria

Veja também

Pesquisa Ipespe: Lula tem 45%; Bolsonaro, 34%; Ciro, 8%

Levantamento sobre a eleição presidencial ouviu por telefone 1.000 eleitores e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa inclui ex-governador João Doria (PSDB), que desistiu da disputa

fechar
%d blogueiros gostam disto: