Victor Godoy é oficializado como ministro da Educação

O currículo de Victor Godoy publicado no site do MEC informa que ele é servidor público da carreira de Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU).
Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Na edição desta segunda-feira, 18, do Diário Oficial da União (DOU), foi publicado o decreto que oficializa Victor Godoy como ministro da Educação. No final do último mês, o então secretário-executivo da pasta, havia assumido o MEC após a saída de Milton Ribeiro, mas naquele momento o cargo era interino.

Porém, o presidente Jair Bolsonaro já havia antecipado neste final de semana sua efetivação no cargo: “Eu já dei a ordem para efetivar, porque apenas interino ele tem certas dificuldades, até de locomoção. O que está acertado, em nada acontecendo com o ministro Milton, ele volta”, afirmou Bolsonaro.

Currículo

O currículo de Victor Godoy publicado no site do MEC informa que ele é servidor público da carreira de Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), onde trabalhou desde 2004 até ser convidado ao cargo de secretário-executivo do MEC, em julho de 2020.


Na CGU, Godoy atuou como auditor federal de Finanças e Controle, coordenador-geral; e diretor de Auditoria da Área Social e de Acordos de Leniência.

 

 

 

 

Com informações da CNN Brasil

 

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar