domingo, 14 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Xinguara: operação da Polícia Civil prende 5 supostos membros de grupo de extermínio ligado a facção criminosa

Carlos Augusto Lira, Marco Antônio Lima Santos, Railson Cruz dos Santos, Renato Patrick Carvalho e Valdemir Soares da Silva foram presos após uma intensa investigação que localizou um veículo que já havia sido visto dando apoio a homicídios praticados em Xinguara. A operação 'Ghost Rider' pode ajudar na elucidação de diversos crimes ocorridos no município.
Carlos, Marco, Railson e Valdemir foram presos com armas e munições, num veículo que já vinha sendo investigado por ter sido visto em crimes de homicídio no município (Foto: Redes Sociais / Via WhatsApp do Fato Regional)

A operação “Ghost Rider”, das equipes da Delegacia de Xinguara e da Superintendência Regional do Alto Xingu, resultou na prisão de cinco pessoas suspeitas de integrarem um grupo de extermínio, ligado a uma facção criminosa: Carlos Augusto Lira, Marco Antônio Lima Santos, Railson Cruz dos Santos, Renato Patrick Carvalho e Valdemir Soares da Silva. Ele foram capturados nesta terça-feira (4). Com eles foram apreendidas armas e munições.

A operação começou com a abordagem de uma caminhonete Fiat Toro de cor preta (placa RXA-7D84), perto da rodoviária. O veículo já estava sendo monitorado, pois havia sido visto — segundo investigações e relatos de testemunhas — dando apoio em alguns casos de homicídios em Xinguara. No veículo, estavam Carlos, Marco, Railson e Valdemir. Após a checagem das identidades, foi constatado que todos são investigados por integrarem uma facção criminosa.

Ainda no carro, os agentes da Polícia Civil encontraram duas pistolas (uma calibre “.9mm Luger” e outra “.380 ACP”), um revólver calibre 38 e diversas munições para essas armas. Com os questionamentos aos suspeitos e outras informações da investigação que embasou a operação, os policiais foram até o setor Itamaraty em busca de Renato Patrick. Foi na mesma rua onde na noite desta segunda-feira (3), uma idosa ateou fogo à própria casa.

Renato Patrick foi preso após a primeira parte da operação ‘Ghost Rider’, no setor Itamaraty, em Xinguara. Ele é suspeito de participar de homicídio no município (Foto: Redes Sociais / Via WhatsApp do Fato Regional)

Os policiais já vinham investigando Renato Patrick há algum tempo, também pelas suspeitas de que ele fosse faccionado e possivelmente envolvido em homicídios em Xinguara. Na casa dele, foram encontradas mais duas pistolas calibre “.380 ACP” e munições do mesmo calibre. Todos os presos já tem possuem antecedentes criminais, como confirmaram fontes da Polícia Civil. A expectativa é de que as prisões possam ajudar na elucidação de vários crimes.

Todos os presos estão à disposição do Poder Judiciário e as armas foram encaminhadas para perícia. O Fato Regional respeita o princípio da presunção de inocência e sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!