domingo, 3 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Adolescente é apreendido após confronto armado com pai e padrasto no centro de Xinguara, no sul do Pará

Confusão teria começado quando o pai biológico e o padrasto tentaram evitar que o adolescente atirasse numa moça que terminou relacionamento com ele
O padrasto do adolescente é agente de segurança pública e solicitou apoio à PM, que conseguiu conter o jovem e apreender a arma (Foto: Pedro Guerreiro / Agência Pará / Imagem Ilustrativa)

Na noite de domingo (9), em Xinguara, no sul do Pará, uma confusão entre um adolescente de 17 anos, o pai dele e o padrasto terminou em tiroteio e com o jovem apreendido. Ninguém se feriu, mas o confronto no meio da avenida Xingu, no centro da cidade, assustou moradores.

Nas informações colhidas pela equipe do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e pela Polícia Civil, o adolescente, de 17 anos, teria comprado um revolver calibre 38 para matar uma moça com quem estava se relacionando.

A moça que seria vítima do adolescente havia terminado o relacionamento com ele. A mãe do jovem acabou sabendo da história e pediu ajuda ao pai do rapaz e ao padrasto dele, que é agente de segurança pública.

Adolescente saca arma e o padrasto reage empunhando arma também

Transtornado, o adolescente foi abordado pelo pai biológico e pelo padrasto. A conversa rapidamente escalou para uma discussão, já que o jovem se recusava a entregar a arma e acabou apontando para os próprios familiares. O padrasto sacou a arma em resposta.

Houve disparos, até que uma viatura da PM passava pelo local e o agente de segurança, padrasto do adolescente, solicitou apoio. O jovem ainda estava discutindo com o pai quando foi apreendido. O revólver foi recolhido, com quatro munições intactas e uma deflagrada.

O caso foi registrado na Delegacia de Xinguara. As investigações agora são para resguardar a segurança da moça com quem o adolescente estava se relacionando e rastrear de quem ele comprou a arma.

LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:


(Da Redação do Fato Regional, com informações do 17º BPM)

Nos siga no Facebook e no Instagram!