sexta-feira, 19 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Apagão: governador Helder Barbalho critica preço e qualidade da energia elétrica

O Governo do Pará, a Defensoria Pública e o Ministério Público do Pará recorreram da decisão que rejeitou a ação do estado contra o reajuste médio de 16% na energia elétrica
Para Helder Barbalho, é necessário haver mudanças no sistema de distribuição de energia elétrica sobretudo no Pará (Foto: Divulgação / Governo Federal)_

Em meio ao apagão que deixou quase todo o Brasil sem energia elétrica nesta terça-feira (15), o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), criticou o preço e a qualidade do serviço prestado à população. Ele ainda cobrou mudanças no modelo de fornecimento de energia elétrica no estado e chamou o serviço de “inseguro”.

O questionamento também ocorre horas após o governador afirmar que o Governo do Pará, a Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) recorreram de decisão recente do Tribunal Regional Federal (TRF) de rejeitar uma ação civil pública contra o reajuste tarifa de energia.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), órgão que detém a atribuição de regular os preços, autorizou um reajuste médio de 16% para a tarifa praticada no Pará. O novo preço já seria praticado neste mês. Diante da ação e diálogo do governo com a agência, o reajuste foi suspenso e seria discutido novamente nesta terça, em Brasília. O deputado federal Henderson Pinto (MDB-PA) acompanha a reunião.

O governador divulgou um vídeo atualizando a situação da ação contra o aumento da energia elétrica do estado e voltou a criticar os preços cobrados de um estado produtor de energia:

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!