domingo, 19 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

‘Bora Estudar’: comissão da Alepa aprova versão do Programa ‘Sua Casa’ para estudantes

A proposta é premiar alunos com melhores desempenhos nos sistemas de avaliação e provas nacionais, como Saeb. Mais de 34 mil famílias foram beneficiadas pelo 'Sua Casa' desde 2019.
O programa atualmente atende pessoas em situação de vulnerabilidade social, vítimas de sinistros, idosos e pessoas com deficiência, mas o o Bora Estudar visa incluir estudantes da rede pública com bom desempenho (Foto: Marco Santos / Agência Pará / Imagem Ilustrativa)

A Comissão de Constituição e Justiça e de Redação Final da Assembleia Legislativa do Pará (CCJRF-Alepa) aprovou uma versão estudantil do programa “Sua Casa”, do Governo do Pará. A ideia é que o Estado possa premiar estudantes que obtenham bom desempenho nos sistemas de avaliação e provas nacionais, como o Saeb. A nova vertente do programa recebeu o nome de “Bora Estudar”, visando dar mais incentivos aos alunos da rede pública.

Em mensagem enviada ao Poder Legislativo, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse que a proposta visa a inclusão dos estudantes da rede pública estadual de ensino como beneficiários do programa “Sua Casa”. “É importante dizer que serão contemplados os estudantes que obtiverem melhor desempenho acadêmico, conforme o regulamento”, explicou o chefe do Poder Executivo Estadual.

Desde 2019, como informa a Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), o “Sua Casa” já ajudou na construção, reconstrução e ampliação de 34 mil residências por todo o estado. O investimento ultrapassa R$ 347 milhões. O “Sua Casa” atende, prioritariamente, famílias em situação de vulnerabilidade social e vítimas de sinistros e desastres naturais. Também são beneficiados idosos, famílias de pessoas com deficiência e pessoas que se enquadram em outros critérios técnicos.

Com a nova proposta do “Sua Casa / Bora Estudar”, os estudantes beneficiados poderão adquirir, exclusivamente, mercadorias que serão utilizadas na construção, reforma, ampliação, melhoria ou adaptação da unidade habitacional. Será possível o atendimento de estudante da rede pública estadual de ensino, cuja família já tenha sido beneficiada no Programa “Sua Casa” ou em outro programa habitacional.

(Da Redação do Fato Regional com informações da Alepa)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!