domingo, 14 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Egito convida Brasil para reunião sobre crise humanitária em Gaza; restam 150 brasileiros na zona de conflito

A reunião deve ocorrer no sábado (21) e o Brasil tem sido reconhecido pelos esforços em encontrar uma solução diplomática para o fim do conflito
Aeronave KC-30, da FAB, decola do Aeroporto do Galeão para realizar o sétimo voo de repatriação de brasileiros em Israel. Purificadores de água e kits médicos foram embarcados no voo, que tem a dupla missão de resgatar brasileiros em Israel e levar insumos humanitários para Gaza. (Foto: Gov BR/ FAB)

O Governo do Brasil foi convidado pelo Governo do Egito para uma reunião, no próximo sábado (21), para discutir a crise humanitária na Faixa de Gaza e o conflito entre Israel e o Hamas. Como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue se recuperando de uma cirurgia, um representante será enviado. Jordânia, Catar e Turquia também foram convidados. Enquanto isso, nesta quinta-feira (19), mais um avião com 219 brasileiros repatriados chegou ao Rio de Janeiro.

O foco principal do encontro, que será no Cairo, capital do Egito, é a crise humanitária em Gaza. O convite ao Brasil ocorre após a tentativa do país, que preside atualmente o Conselho de Segurança das Nações Unidas, de aprovar uma resolução sobre o conflito no colegiado. A diplomacia brasileira obteve amplo apoio em torno de um texto de consenso. Os Estados Unidos, pais membro permanente, tem direito a veto e se opôs à resolução pacífica e diplomática.

No último fim de semana, Lula falou por telefone com o presidente do Egito. Um avião da Presidência da República está no país e aguarda para fazer a repatriação de cerca de 30 brasileiros que estão em Gaza, perto da fronteira com o Egito. A travessia da fronteira ainda não foi autorizada, já que implica numa abertura que pode colapsar o país. Há ainda 120 brasileiros em Israel. O Governo do Brasil já repatriou 1.135 pessoas na operação “Voltando em Paz”.

(Da Redação do Fato Regional, com informações da Agência Brasil)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!