domingo, 3 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Governador Helder Barbalho apresenta plano de agricultura regenerativa do Pará em reunião com comitê da COP 28

O conceito de agricultura regenerativa consiste na recuperação do solo e manutenção de todo o sistema de produção de alimentos agrícolas, incluindo comunidades rurais e a preservação de florestas
O governador do Pará — único estado membro do comitê — apresentou planos e medidas já em curso para a agricultura regenerativa do estado para o comitê diretor da COP 28, nos Estados Unidos (Foto: Agência Pará)

O governador Helder Barbalho participou, nesta terça-feira (19), de uma reunião com o comitê diretivo da Conferência das Partes (COP 28), que será realizada nos Emirados Árabes no final deste ano. Ele destacou o esforço do Governo do Pará em implementar uma política de agricultura regenerativa, que consiste na recuperação do solo e manutenção de todo o sistema de produção de alimentos agrícolas, incluindo comunidades rurais.

O Governo do Pará é o único estado membro do comitê. Na reunião, Helder Barbalho destacou o desafio de preservar a floresta para construir uma política de agricultura regenerativa com preservação florestal. O comitê da COP 28 convocou os governos para atuarem de modo a garantir que sistemas alimentares e a agricultura sejam centrais nos esforços para atingir os objetivos climáticos. Na COP 28, deverão ser anunciadas metas de restauração produtiva a serem cumpridas até 2025, na COP 30, que será em Belém.

“Queremos chegar até a COP 30, em 2025, entregando as ambições de agricultura regenerativa da maior floresta tropical do planeta, para convergir com a agenda proposta das urgências climáticas. Temos o Fundo Amazônia Oriental, que está estruturado para prosseguir no diálogo, dentro das iniciativas voltadas para a agricultura regenerativa da floresta em pé. Partindo disto, gostaria de colocar o Estado do Pará como ambiente a discutir e debater as ambições importantes aqui firmadas e que estarão dentro das metas que este conjunto de operadores estabelece”, declarou Helder.

Como exemplo de políticas públicas, o governador citou a plataforma Territórios Sustentáveis, que beneficia agricultores familiares. “No Pará, criamos essa plataforma pública que selecionou 3 mil famílias de agricultura familiar que já produzem e podem atingir a meta até 50 mil hectares de áreas produtivas regeneradas. Além disso, hoje temos 25 milhões de hectares já antropizados, portanto já em áreas agricultáveis que podem passar pelo processo de regeneração produtiva”, destacou.

O governador apresentou a plataforma Territórios Sustentáveis, que já conta com 3 mil famílias de produtores rurais da agricultura familiar envolvidos em práticas agroecológicas (Foto: Agência Pará)

 

“Como sabem, o Brasil deve sediar a COP 30, e o Pará será a sede em Belém, nossa capital, portanto, neste momento, nós estamos desafiados a preservar a nossa floresta construindo a política de agricultura regenerativa das áreas já antropizadas”, concluiu o governador.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!